terça-feira, 27 de setembro de 2011

CLARIVIDÊNCIA





O tempo enevoou meus olhos
com um halo de encantatórias promessas.
Embriagada pela miragem do teu regresso,
fui abruptamente surpreendida
pela ofuscante nitidez da verdade,
intuição involuntária
da clarividência dos meus enganos.





Elizabeth F de Oliveira
Foto 'Clarividência' de Ana Martins

5 comentários:

Rafael Castellar das Neves disse...

Opa!! Isso é que é usar as palavras e os sentimentos!!

Muito bom!

[]s

Nilson Barcelli disse...

Excelente!!!
Parabéns pelo talento poético que as tuas belas palavras revelam.
Gostei mesmo muito, obviamente. Clarividência não te falta...
Querida amiga Elizabeth, tem um bom resto de semana.
Beijos.

Nilson Barcelli disse...

Passei de novo para te ler.
Reli a tua clarividência...
Tem uma boa semana.
Beijos.

Vieira Calado disse...

Fiquei muito feliz por ter adquirido

"Por Detrás das Palavras",

aí no Brasil.

Mais feliz ainda ficava se gostar dele!

Bjsss

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga, passei de novo e reli com enorme prazer.
Fico à espera de mais... clarividência poética...
Elizabeth, tem uma boa semana.
Beijos.