sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

RESPLANDECÊNCIA









O que resplandece em ti
são os teus olhos,
lume secreto de noites tardias,
negrume perpétuo das madrugadas
a concorrer com o brilho da alvorada
recém-colhida na plenitude do teu sorriso.






Elizabeth F. de Oliveira
Foto: Dev Carvin 'Aurora Borealis'





.

4 comentários:

Leonardo B. disse...


[na escuridão

escreve-se todo o brilho.]

um imenso abraço,

Lb

Nilson Barcelli disse...

Os olhos são o espelho da alma...
Magnífico poema, gostei muito, como sempre.
Elizabeth, querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

O Árabe disse...

Lírico e poético... bem ao feitio do amor! Boa semana, Elizabeth.

Nilson Barcelli disse...

Reli o teu excelente poema.
E continuei a gostar.
Elizabeth, minha querida amiga, tem uma boa semana.
Beijo.