sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

NETUNIANA II






Em dia claro, sou correnteza
na imensidão azul desse oceano,
fluxo transparente
navegando-me sobre a cabeça.
Em noite escura, sou profundeza
mergulho abissal
nesse céu de incertezas.
A profundidade,
meu habitat natural,
realidade de um mundo irreal.
Netuniana em essência,
a emoção é-me experiência
nesse abisso de obscuridade.
A palavra é  minha dinastia
e a poesia,
superfície da claridade.





Elizabeth F. de Oliveira


3 comentários:

A.S. disse...

Nos teus olhos de Netuniana
há um fulgor sem limites,
um doce chamamento
à flor dos lábios
como se perseguisses
um sonho intacto!...

Beijos!...!!!
AL

Vieira Calado disse...

Olá, como está?
Hoje venho simplesmente desejar-lhe um Excelente Ano de 2014!
Beijinho para si!

Graça Pires disse...

"Em dia claro, sou correnteza
na imensidão azul desse oceano", oceano que nos separa e que nos liga, com a amizade.
Um grande beijo.