domingo, 20 de setembro de 2009

NO WHERE





Retorno ao ponto
de origem;
onde nunca estive,
de onde nunca saí.
Mas retorno,
sem sequer ter voltado.





Elizabeth F de Oliveira
Foto Gonçalo Cavaleiro

21 comentários:

Cássia Lopes disse...

Nunca tinha sido a 1ª a comentar. Hoje tive este privilégio!
Acredito que todos estavam esperando ansiosamente para compartilhar da tua Poesia.
Belas palavras!
Beijos,

Cássia.

Isabel Lopes disse...

Suas mãos escrevem lindamente bem!
Me orgulho de ter ganhado uma Tia tão talentosa e cheia de espírito poético.
Espero poder aprender muito com suas poesias.
Beijos

Graça Pires disse...

Regressar ao ponto de partida. E não voltar. Como um cavalo à solta... É assim a poesia, minha querida amiga.
É bom ver-te de volta. Um beijo grande.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Esse retorno traz o preenchimento da sensibilidade nessa sua poesia.

Beijo grande, menina linda.

Rebeca

-

Fred Matos disse...

Muito bom poema, e, por mais estranho que possa aparentar à nossa percepção humana, de fato todo retorno é para onde jamais estivemos, porque tudo é mudança e nada é como já foi.
Beijos

Valdemir Reis disse...

Olá Elisabeth.

Volto aqui para matar a saudade. Sempre que o tempo permite aproveito para visitar e me atualizar. Confesso que estou ausente face às atividades, mas como diz o poeta; “amigo é coisa para se guardar debaixo de sete chaves, assim falava a canção...” Aproveito para compartilhar o poema a seguir;
"Viva a Vida"...
“Por que Viver é Exalar Pura Energia!
É Devolver Sorrisos.
É Acreditar que o Bem Sempre Vence o Mal.
É Conquistar Amigos.
É Ser Sempre Leal e Fiel.
É Transformar a Dor em Alegria.
É Ter Amor no Coração.
É Correr Atrás dos Sonhos, da Inspiração, e dos Projetos
Buscando Sempre o Entendimento das Coisas.
Viver é Ser Sempre da Paz.
É Orar em Agradecimento pelas Dádivas Recebidas.
É Buscar o que Te Faz Bem, e aos Outros Também.
Viver é Lembrar que o Sorriso é o Idioma Universal.
É Lembrar que o Final não Existe.
É Saber que Tudo é um Eterno Recomeço.
E Ver a Vida Sempre com o Amor no Coração.” A. d.
Votos de um ótimo fim de semana. Muita paz, saúde e proteção. Brilhe sempre! Fique com Deus. Sucesso...

Valdemir Reis

mundo azul disse...

________________________________


Um ir e vir, sem ter exatamente um lugar para chegar...


Gostei! Reflexivo o seu poema...


Beijos de luz e o meu carinho!!!

_________________________________

mundo azul disse...

________________________________


Um ir e vir, sem ter exatamente um lugar para chegar...


Gostei! Reflexivo o seu poema...


Beijos de luz e o meu carinho!!!

_________________________________

O Profeta disse...

...Às vezes uma intensa alucinação
Em que viajas pelo meu eu
Às vezes o mundo fica em espera
Da união do mar com o céu

Onde param os teus anseios
Onde encontras a sublime calma
Nestes dias de dura tormenta
Onde aqueces a tua alma?

Voa comigo...


Mágico beijo

O Árabe disse...

Um cafézinho, talvez... mas que belo café! :) Boa semana.

A Conxurada disse...

O ser humano é así, busca todo o tempo chegar a unha meta e volve todo o tempo a un punto de partida.

un abrazo.

Nilson Barcelli disse...

Um pequeno poema, que é grande na qualidade poética.
Escrito e estruturado com inteligência.
Gostei muito, querida amiga.
Beijos.

d'Angelo disse...

Elizabeth, é sempre um prazer aportar em seu blog. Pela beleza dele, e, principalmente, pelo que você escreve. Abraços.

O Profeta disse...

Parei na viagem de rumo e estrelas
Sentei-me à beira de uma lagoa sussurrante
Um Milhafre fitou-me zombeteiro
Hesitei na procura do adiante

Na ilha há sempre uma criatura em vigília
Há sempre um feiticeiro vento
Há sempre uma flor que a alma seduz
Há sempre no acontece um mágico momento




Doce beijo

Rabe disse...

Beijo poético!

A vida é feita de escolhas disse...

nas pontas dos dedos, desvendando metafóras, é um porto seguro o cais da tua escrita

Marinha de Allegue disse...

Unha aperta grande de Nadal para ti Elizabeth!!!.
:)

Gisela Rosa disse...

Querida Elizabeth,
espero que estejja bem e que 2010 lhe traga inspiração e tudo o que mais deseja, Um abraço

Vieira Calado disse...

O eterno retorno?

Sempre?

Ou nunca?

Beijinho

Ronaldo Honorio disse...

Estou me impressionando com o poder de síntese de teus versos. Minha vinda aqui está sendo uma viagem poética rara...

J. Araújo disse...

Não é a primeira vez que venho aqui. E sempre cada vez melhor.

Bj