sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

ESTRELAS







Quando teus olhos
ficam marejados,
vejo luzes submersas.
E constato o quanto
a natureza é sábia:
estrelas podem cair
no oceano,
sem sequer terem
morado no céu.






Elizabeth F. de Oliveira
Foto: autoria desconhecida

12 comentários:

Jaime E. Cannes disse...

As estrelas, assim como a beleza, moram nos olhos de quem olha... Lindo poema Beth. Parabéns!

Nádia Santos disse...

Ah os olhos... quanto nos podem dizer silenciosamente... Lindo amiga Bjinhos e bog por sua visita.

A.S. disse...

As estrelas, os olhos, os oceanos... além de fascinantes são sempre imprevisiveis!...


Beijos,
AL

Aureliano disse...

Olá, Elizabeth

As estrelas povoam o olhar e estão sempre cintilando. Belo poema.
Obrigado pela visita ao lugares da palavra.

Abraço,
Aureliano.

O Árabe disse...

Lúdico e belo, Elizabeth... como são sempre os seus poemas! Boa semana.

graça Pires disse...

As estrelas que habitam o teu olhar, essas sim, podem cair com as lágrimas quando a mágoa ou a comoção te rondam a vida.
Um belo poema, minha querida Elizabeth.
Um beijo grande.

Nilson Barcelli disse...

Magnífico.
Talento, não te falta.
Um abraço, querida amiga.

Greice F. Guimarães disse...

Suspeita para falar. Sabe que sou apaixonada pelos seus poemas que falam de olhos. *_* Lindo!

vieira calado disse...

Bem esbelto, bonito,
o poema!

Beijinho para si!

vieira calado disse...

Olá, boa noite!
Vim ver se havia novidades...

Beijinho para si!

Dilberto L. Rosa disse...

Ah, minha caríssima Poetisamiga Elizabeth: enfim te vejo, enfim posso novamente me enclausurar por estes teus versos aparentemente simples, mas que guardam ruas e mais ruas de doces imprecisões e rumos poéticos, do nascer da estrela mais alta ao descer no oceano do natal mais fingidamente belo...

Finalmente botando minha leitura em ti atualizada: desculpe a longa ausência, mas meus ventos não estavam dos melhores... Agradeço-te a fé a persistente visita carinhosa às linhas dos meus caros Morcegos...

Meu abraço cheio de entusiasmo por dias melhores para nós em 2013! E continue poetizando, que adorei cada um dos novos poemas aqui postados (com especial apreço por esta estrela que nunca foi)!

A propósito: tem Poesia por lá, 'at last'...

Nilson Barcelli disse...

Voltei à procura de mais...
Deves estar de férias.
Um beijo, querida amiga.