sexta-feira, 22 de março de 2013






                                                                 para Elizabeth F. de Oliveira


As tuas ancas são uma pequena embarcação
pronta a seguir viagem.
Não esperes que o vento favorável
manobre o teu veleiro.
As vagas atravessam-te os ossos.
E, noite dentro, a estrela polar
brilha na proa azul dos teus olhos.




Graça Pires 
www.ortografiadoolhar.blogspot.com
Pintura de Salvador Dali




Este poema foi um presente de aniversário da minha mais do que querida amiga Graça Pires, renomada poeta portuguesa, cujos versos me enchem de perplexidade. 
Graça, minha querida, o meu apreço, o meu afeto e a minha admiração! 
Agradeço esse presente inédito e eterno. 



7 comentários:

A.S. disse...

Belissimo poema da Graça Pires!...
Aceita os meus parabéns de aniversário, apesar de atrasados!
Tenho andado muito pressionado com as datas para apresentação do meu novo livro. Muito trabalho querida!

Um beijo!
AL

Graça Pires disse...

Minha querida Elizabeth, bem hajas por gostares de divulgar o que eu escrevo.Fico feliz por gostares do poema que fiz para ti. A tua "perplexidade" deixa-me sem jeito...
Gosto de ser tua Amiga.
Um beijo enorme.

Nádia Santos disse...

Um poema lindo desse é com certeza uma bela homenagem. Bjus para ti amiga e parabéns a autora do poema.
=> Gritos da alma
=> Meus contos
=> Só quadras

Anônimo disse...

100datingwebsites.com

Nádia Dantas disse...

Bela homenagem! Lindo poema!

Beijos :)

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Olá

Presentes assim,
são envolvidos
por uma aura
de eternidade...

Que haja em ti sempre
um sorriso,
para enfeitar de beleza a vida.

Anônimo disse...

Que lindo presente!