terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Primavera





A tua presença lançou-se
Sobre os meus dias,
Tal qual a flecha de Eros,
Para contaminar-me
De uma emoção perdida,
Cujo eco ensurdecia
Somente a minha alma.
Agora, já atingida,
Bebo, comovida,
Da taça orvalhada das doces manhãs
De uma primavera anunciada
Para todos os meses do calendário.





Elizabeth F de Oliveira
Foto Pedro Miguel Esteves Cardoso

13 comentários:

Graça Pires disse...

Uma primavera anunciada para todos os dias do calendário. Isto é um programa de vida. Um programa de esperança feito poema. Que assim seja, minha amiga.
Um beijo.

Nilson Barcelli disse...

A foto, é bela.
As palavras, são doces, afirmativas.
Oxalá o calendário se cumpra conforme dizes...
Beijo.

A Matriz dos Sonhos disse...

A (di)visão de Eros!
Transparente Elizabeth, um abraço e obrigada por seus comentários tão gentis em meu blogue!

Gisela

d'Angelo disse...

Um brinde de sutileza ao amor, estendendo ao ano todas as flores de uma estação. Lindo, Elizabeth!

Tatiana disse...

Lindo...lindo...lindo!
A Comunhão entre o escrito e a imagem é perfeita.

Um abraço carinhoso

Marinha de Allegue disse...

O só pensamento na primavera nestes fríos días enternece as horas....

Unha aperta grande Elizabeth e un Feliz ano Novo cheo de ledicia.

:)

fred disse...

Eros não pára, e por não parar a poesia tem com ele dívida eterna, que ele cobra sempre com novas flechadas.
Beijo

Vieira Calado disse...

Sempre Primavera!

Ah, quanto era bom!


Uma beijoca para si.

Juh Reys disse...

Obrigada pela sua presença no meu humilde blog, querida. Adorei suas palavras, elas me tocaram profundamente!

Volte sempre que quiser, viu? E mais uma vez seus lindos poemas me encantam. Beijos!

http://www.jujubareis.blogspot.com/

Rabe disse...

Doce arranjo de palavras, Oxum por certo, as aceitaria e nas aguas calmas, sorriria, com 'tão bela oferenda! Axé irmã!

Bill Stein Husenbar disse...

Que belissima foto. Poema sentido.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

manzas disse...

Delicada escolha do rubor colorido
Pincelada em traços de imaginação…
A magia conceituava amor absorvido
Aglutinante transparência do coração

O abraço…

Nilson Barcelli disse...

Passei para ver novidades...
O Miguel Esteves Cardoso é um conhecido ex-jornalista, escritor e comentador de televisão português. Será que a foto é do filho dele? Ou haverá concidência de nomes?
Beijo.